26.4.17

liberdade ♥ desafio palavras quase perfeitas


A vida encarrega-se de nos prender, as circunstâncias constrangem-nos os atos, os julgamentos apagam-nos as palavras. Os gritos ficam mudos, a dança dá lugar ao bater do pé, a gargalhada desvanece para um leve sorriso, os sons passam a silêncios, os gestos viram lamentos do corpo, e a vida vai-se perdendo, na corrida atrapalhada dos anos, onde até para chorar é preciso desprendimento e coragem.

Mordemos o lábio para não falar, não nos apaixonamos para não sofrer, trabalhamos das 9 às 5 para não faltar dinheiro, não aproveitamos os pequenos "luxos" da vida para não gastar, não dançamos à chuva para não nos constiparmos mas no fim vamos morrendo numa morte lenta de desalento e constrangimento que nos impomos por medos, crenças, ilusões ou desilusões. Quando na verdade, o dom da vida está em manter a liberdade com que nascemos e que teimamos em fazer desaparecer, ano após ano, prisão após prisão.


6 comentários:

  1. Adorei as tuas palavras, a vida e mesmo isto e por mais que queiramos contrariar e sempre muito dificil ter a forca de vontade para aproveitar as pequenas coisas que ela nos da, mas temos de ser mais fortes e persistentes, e um dos segredos para sermos mais felizes e aproveitar cada momento um dia de cada vez :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é difícil mantermo-nos livres de preconceitos... é dificíl não deixarmos que os anos, e tudo o que eles implicam, não nos tira a liberdade... a sociedade quer-nos presos... cabe a nós lutarmos contra isso... com todas as forças ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Depois de ler o teu texto, as primeiras palavras que me vieram à cabeça foram "Bolas, é mesmo isto... a vida perde-se!"
    Intencionalmente ou não, a rotina vai-nos consumindo diariamente :( Eu procuro sair dela, procuro não viver sufocada por ela... mas é difícil!
    Um beijinho Cris!

    http://thesilverwing.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É difícil sim... acaba por ser uma fuga constante às prisões que a vida muitas vezes impõe... o nosso maior estado de liberdade é mesmo o nosso nascimento...

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Adorei o post...
    O dom da vida é mesmo esse :-)

    ResponderEliminar
  4. Adorei as tuas palavras Cris. Palavras muito verdadeiras e com as quais, em algum momento da vida nos identificamos. Mas cabe-nos a nós persistir e procurar a nossa liberdade, a nossa felicidade!
    Beijinho

    ResponderEliminar