30.11.16

adeus novembro


Novembro chega ao fim. Foi um mês feliz como previ aqui. Acredito que a forma como o encarei logo desde o início, e ainda antes de começar, contou muito para ser um mês cheio de doces conquistas e objetivos alcançados.
Gostava de o definir resumidamente mas este foi um mês tão generoso em coisas boas que sinto o coração cheio de um complexo reboliço de emoções. Sinto uma imensa saudade de o deixar para trás, ao mesmo tempo uma ansiedade intensa de saber o que Dezembro me traz. O mês do Natal, o mês da paz, da confraternização, o mês do perdoar e seguir em frente, de largar o que pesa e de ficar mais leve para um novo ano de esperança e novos projetos.

Novembro encheu-se de pessoas com talento e fibra, mulheres com sonhos e vontade de os realizar. Encheu-me a casa de brilhos e sensação de aconchego. Encheu-me o coração de amizade por quem nos quer tão bem e não tem medo ou vergonha de o demonstrar. Novembro foi um mês de chuva e algum frio mas todo esse tempo cinzento ficou do lado de fora da porta, apenas a ser controlado pela janela que acompanha todas as horas do meu trabalho. Aqui ficou apenas calor, calor dos abraços dos que aqui vivem, carinho das palavras dos que estão longe. Novembro fechou com a notícia de um Natal ainda mais especial. Quando as amizades ficam mais fortes à distância isso significa que nunca somos esquecidos, significa que fazemos falta, significa que nos fazem falta.

Dezembro traz-te até nós minha querida amiga do coração, isso por si só já bastaria para fazer desde o mês do amor. ♥

Bem-vindo querido Dezembro!

Sem comentários:

Enviar um comentário