22.2.16

Há sítios onde apetece entrar...



A semana passada recebi uma mensagem por telemóvel de uma amiga que já não vejo há anos. Uma mensagem que me fez retroceder seis anos. Em 2010 tive a oportunidade de transformar uma conhecida numa amiga. A M. veio para Inglaterra a trabalho e quando se sai do nosso país para outro onde não se conhece (quase) ninguém, os conhecidos passam (mais) depressa a amigos e, principalmente, quando há coisas em comum e uma forte admiração pela pessoa em si, tudo fica natural e evidente.

A M. é uma mulher independente, acho que a mulher mais independente que alguma vez conheci. É uma mulher livre e sonhadora com uma vivacidade e amor pela vida que a tornam imparável. Um sorriso largo, uma gargalhada contagiosa e uma amizade generosa. Ajudámos a M. a assentar, a levar para o seu apartamento inglês o bom vinho português, preparámos-lhe petiscos, rimos da vida, chegámos a sonhar juntos. A vida evoluiu e com a nossa mudança para fora de Londres deixámos de nos ver com a mesma regularidade mas o carinho ficou, a amizade permaneceu e a minha admiração pela mulher que ela é cresce com as suas conquistas.
Um dia a M. disse-nos: "e se abrissemos um restaurante com Francesinhas e petiscos aqui em Londres?" A ideia pareceu-nos fantástica, tendo em conta que não se come francesinhas de jeito neste país e gostando de petiscar como nós gostamos... Mas a nós sempre nos assustou a ideia da prisão que um restaurante representa, nós queriamos ter filhos e ter algum tempo para os gozar. O tempo passou...


Seis anos depois, via mensagem de telemóvel,  a M. convida-nos para conhecer a FRhappy... e nós retrocedemos seis anos e lembrámos com carinho e orgulho a mulher que perseguiu o seu sonho.
FRHAPPY é o novo restaurante de francesinhas de Londres, um espaço fantástico que o D. já teve o privilégio de conhecer e que será, sem dúvida, o próximo sítio onde irei entrar assim que a minha querida amiga M. voltar de Portugal.

Um espaço moderno, acolhedor, delicioso, um cantinho do nosso querido Porto, onde podemos matar saudades da tradicional francesinha, do prego no pão ou do cachorro com molho especial. Um restaurante que dá as boas-vindas às crianças, aos portugueses e aos estrangeiros mais arrojados que se permitam a moldar o paladar aos gostos mais elaborados da cozinha portuguesa.

 
Estou mortinha por lá entrar, experimentar a francesinha que já anda a fazer sucesso na boca do povo Londrino e finalmente rever a nossa querida amiga M. ao fim de mais de 4 anos. 
See you soon my dear... (não me admiro nada se daqui a 10 anos tiveres uma FRHAPPY espalhada pelas principais capitais do mundo).

Fotos | photos: FRHAPPY

2 comentários:

  1. Que bela ideia!! Espero que esta amiga tenha o maior sucesso possível :)

    ResponderEliminar