23.2.16

Os bastidores da vida


Quando decidi dar um tempo a esta vida imperfeita, nunca foi minha intenção deixar de escrever, muito pelo contrário. Custou-me afastar deste cantinho porque, numa fase da minha vida onde muito estava a acontecer, coisas boas e coisas menos boas, a escrita ocuparia sempre um lugar importante, um lugar de fuga e ao mesmo tempo de festa. Queria partilhar convosco os preparativos para o casamento, as minhas angustias, o Natal que tanto adoro, os planos para o novo ano, tanta coisa...

Porém um torbilhão de emoções e sentimentos contraditórios fez-me afastar deste palco. Quem me conhece vê-me, lê-me e descobre-me pelas palavras que aqui deixo. Se gosto de vir aqui contar o que me inspira, me traz luz, alegria e orgulho não o gosto de misturar com escuridão, lágrimas e desilusão. Busquei o anonimato, e cheguei a pensar que assim seria de então para a frente. 
Lancei num projecto experimental onde não existisse uma Cristina, onde ninguém soubesse ou tivesse certeza de quem eu era, ninguém me desse um nome ou atribuisse uma face. Nasceu o blog Os bastidores da vida. Nasceu com o intuito de me proteger, ser a minha casa ao sair de cena, o meu ser mais nú mas ao mesmo tempo o mais camuflado.
Contudo, com o passar das semanas, este foi tornando-se mais num espaço de inspiração do que outra coisa qualquer.

Algo me dizia que aqui, esta vida imperfeita, seria sempre o meu diário, o meu maior desabafo, não adiantava fugir porque este era o meu verdadeiro palco, o meu passar dos dias, o meu ser mulher, mãe, amante... 
Deixei correr livremente as ideias que fui abordando nos bastidores e fui descobrindo que aquele seria mais um laboratório de ideias do que outra coisa qualquer. A minha história é esta, uma vida imperfeita que eu teimo em querer aperfeiçoar.
Assim, e depois de tudo pensado e definido, dou por mim a escrever sobre decoração, casamentos e outras ideias giras nos bastidores da vida, a mostrar detalhes dos meus bastidores (da minha casa), a dar dicas para os teus bastidores, no fundo a partilhar aquilo que sei fazer, que estudei para fazer e (na maioria das vezes) gosto de fazer.

Apresento-vos então OS BASTIDORES da vida, desta vida imperfeita mas inspiradora:

Instagram | Facebook | Blogue

Sem comentários:

Enviar um comentário