3.12.14

Dezembro no ar e no coração


Um dos meus meses preferidos. Dezembro chegou com as mãos cheias de presentes.

Há 3 anos passávamos aqui ( nesta casa e nesta localidade) o nosso primeiro Natal. A Laura tinha nascido há menos de 3 meses. Eu lutava contra a solidão de viver longe da família com uma criança tão pequena nos braços. Contava os dias para o fim do mês em que amigos e família vinham encher-nos a casa. 
Três anos depois são raras as vezes em que me sinto realmente só. Fizeram-se novos amigos, alguns decidem vir viver ao nosso lado, outros um pouco mais longe mas mesmo assim ao alcance de um abraço.
Amanhã vem para o nosso lado uma pessoa especial. Por ela, porque sei da sua luta para cá chegar, o meu coração sorri. Este Dezembro vai ser diferente. Já chegou cheio de esperança. Promete alegria e amizade. Promete o que o Natal deve ser. Calor e família, mesmo quando a família são os amigos mais queridos.

As nossas noites de Natal têm sido calmas. De tão agitada que a vida ficou com o crescimento da Laura e o nascimento da Clara, esta paz que conseguimos nesta noite iluminada está longe de conter solidão. É a prenda que nos damos. Um jantar a dois, depois de colocarmos as miúdas na cama, com sorte chegamos à meia-noite ainda acordados, resistindo dificilmente à exaustão que a vida nos tem trazido.
O dia de Natal é dos amigos. Este vai ter um gostinho especial.
E vocês? Já sabem o que vão fazer com o vosso Natal?

Sem comentários:

Enviar um comentário