19.7.14

As Manas


A Clara fez ontem nove meses. Fico impressionada com o crescimento desta minha budinha.
Tem uma curiosidade unica e cheia de atenção a tudo vai imitando o que vê e crescendo à sua maneira atrapalhada.
Quatro dentes já estão de fora. Já vai trincando umas coisas e é um às na arte de mastigar. Muito dificilmente se engasga o que é um alivio para nós [ a Laura engasgava-se de uma maneira que era preciso muito controle da nossa parte para não a deixar ainda mais atrapalhada ].
Bate palmas, foge gatinhando apressada quando gritamos o seu nome num tom grave sabendo que já fez asneira. Sorri matreira quando lhe chamamos a atenção. "Corre" a casa sem hesitar à nossa procura. Inventa brincadeiras sózinha e cria conversas que só ela entende.
Põe-se de pé e quer caminha pedindo a nossa ajuda lá vai dando uns passinhos.
Ontem fui comprar roupa para ambas. A Clara está a vestir o 18-24 meses na maior parte das roupas e a Laura, com os seus 2 anos e 8 meses veste apenas um número acima, 2-3 anos. Cheira-me que este Inverno as manas vão estar a partilhar roupa. Para já não falar que a Clara já vai vestindo camisolas da Laura e não lhe ficam grandes...

Falando na Laura... ontem já foi para a creche sem fralda e portou-se lindamente. Foi e voltou com a mesma roupa e até a mesma cueca. Finalmente adeus fraldas, pelo menos durante o dia porque de noite a coisa ainda vai levar tempo...
Esta foi também uma semana de decisões. A Laura já está inscrita numa nova creche e começará em Setembro. O mês de Agosto vai ficar em casa. Vai ser um Deus nos acuda, um desafio e tanto para mim, para nós. A Laura cresceu bastante nestes últimos meses. Agora tem os seus momentos de tranquilidade, não muitos, mas há uns 6 meses atrás isso era algo impensável, parada só a dormir e mesmo assim....
Continua a mesma traquina de sempre se bem que agora já com a concorrência da irmã que já vai fazendo das suas.
Adorou a nova creche cheia de espaço exterior mas coberto para nos muitos dias de chuva poder correr e pular e brincar com água como ela tanto gosta.
Mais um mês cheio, este de Julho. Mas conforme as decisões vão sendo tomadas o peso nos ombros vai diminuindo e vou retomando a tranquilidade que me dá cabeça para pensar no resto.
Assim vamos caminhando, com passinhos de bebé como os da Clara mas crescendo sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário