30.6.14

Adeus Junho...


O mês do "Deus nos acuda", das noites mal dormidas, do adaptarmo-nos a uma nova fase, das pinturas e companhia,... 
Chegou, voou e acabou. Assim entramos no Verão com a Primavera já a deixar saudade e esta sensação deprimente que os Invernos são cada vez mais longos de ano para ano.
A Clara fez os seus 8 meses e com eles veio a mobilidade. Já mexe onde não deve e já olha para mim com ar interrogatório quando a repreendo. A Laura finalmente começa a atinar com o penico. Aleluia! Está cheia de nódoas negras das cambalhotas que dá e que podiam ser evitadas se  não fosse tão teimosa.
A rotina cá de casa mudou e ainda vamos tentando encaixar as tarefas da melhor forma tentando não invadir muito o espaço "família". Nestas alturas dava um jeitaço mais umas horinhas injectadas no dia.
Este foi o mês da casa mas também um mês de decisões. Agora que chega ao fim parece que tudo se vai encaixando, tanto na casa como na vida. 
Não adianta nada insistir porque quando não estou bem, quando há alguma coisa fora do lugar, não há pachorra para me aturar, não há palavras para aqui deixar e tudo em volta congela à espera da solução para o mal maior e todas as energias são direccionadas a isso e a isso apenas. Pelo caminho algumas distrações a tentar solucionar vidas alheias e esquecer esta que nos está a arranhar o humor. Mas depois o fim do mês chega e quase por magia o que lhe pertence fica nele guardado e nós seguimos caminho para o Verão e tudo o que ele promete.

Julho vai ser um mês simpático, tem de ser. No projecto "Casa" há ainda uma mão cheia de coisas para fazer. A cozinha precisa de atenção, com a Laura a crescer e a mexer em tudo é preciso reajustar os conteúdos dos armários entre outros pequenos arranjos. A mesa da sala ainda está com a pintura a meia aste. As cadeiras ainda são escuras e ainda não tivemos tempo de ir a uma loja de segunda-mão para arranjar 2 cadeira extra, pintá-las e acrescentar-lhes umas almofadas para ficarem mais à medida da Pituquinha.
Este vai ainda ser um mês para procurar uma nova creche. Não me estão a agradar algumas coisas na actual, nomeadamente a ausència de flexibilidade quando há uma urgência e precisamos que a Laura fique o dia inteiro em vez de só a manhã. Assim como não me agrada que em casa a L. já trate o penico po "tu" e lá mal o conheça. Está na hora de mudar. Julho será o seu último mês. Depois vêm as férias em Agosto e, se tudo correr bem, Setembro abrirá com novas educadoras e novos amiguinhos. 
Com sol, dias cheios e uma mão carregada de projectos Julho, tem tudo para ser um mês feliz!

Sem comentários:

Enviar um comentário