23.6.14

A loucura do branco!

Sala de estar e de jantar pintadas (finalmente), obrigada a todo o apoio moral recebido porque voluntários para arregaçar mangas nem vê-los!

Tenho a dizer que me doi tudo mas que valeu a pena. Gosto, sim, gosto muito, desta claridade imposta mesmo em dias cinzentos. Gosto da cor vibrante dos objectos em contraste com as paredes. Gosto de ter mais uma missão cumprida neste ano de objectivos bem especificos.
Falta o nosso quarto e o quarto dos brinquedos mas isso agora só lá para Agosto.
É um verdadeiro pesadelo ter a casa em obras com crianças pequenas dentro dela. Crianças precisam de rotinas que são absolutamente aniquiladas quando o chão vira sofá e as pernas viram mesa. Mas apesar do enorme stress que foram estas últimas semanas, de pinturas intercaladas com trabalho e parentalidade, algum mau húmor, bolhas na parede, e muita coragem para não me deixar ficar pelo mais ou menos que as 3 demãos ofereciam e perseguir o bom das 4 demãos mesmo com os pulsos a doer e as mãos com cãibras.

A vida volta à normalidade (ou talvez não). Pelo menos a casa volta à normalidade e com ela volta a rotina, que embora nunca seja muito rigida cá em casa, é minima mas necessária.
A Clara, entre tintas e pinceis, fez os seus 8 mesinhos com mais um dente cá fora. O seu dia agora é passado a melhorar as suas tentativas árduas em pôr-se de gatas. Continua com a sua curiosidade serena que a faz aprender tudo num abrir e fechar de olhos. Já se está a preparar para a sua festinha de um ano pois já sabe bater palmas, agora é preciso que aprenda a assoprar a vela.
Falando em festa... está dificil a escolha do tema perfeito... Aceitam-se sugestões, mas têm de ser boas!
E por aqui me fico por agora que estou quase a fechar os olhos de tanto tanto tanto que quero encostar a cabeça e dormir.

Sem comentários:

Enviar um comentário