31.3.14

"Parar" para ser Mãe


imagem: Claudia Casal, Hello Twiggs |  blog | facebook | instagram
Foi a coser corações que li um texto excelente em resposta a uma afirmação machista, tacanha, minima, ultrapassada mas infelizmente tipicamente portuguesa.
Considerar uma licença de maternidade (seja por que periodo de tempo for) um "buraco" no curriculo é de uma idiotice sem fronteiras. Infelizmente é desta matéria que se faz o patronato em Portugal o patronato e muito homem pequenino que anda por aí.
Ser mãe é tão mais do que qualquer cargo em qualquer empresa que não existiria valor monetário justo que cobrisse a responsabilidade que este cargo acarrecta. Começa logo pela responsabilidade para não criar mais seres pequenos e idiotas.
Mas a resposta não poderia ter sido melhor do que a que a ursa do Quadripolaridades deu.

Sem comentários:

Enviar um comentário