8.3.17

através dos séculos

Uma luta que atravessa séculos, uma luta que não precisava de ser.

Ontem a mulher não podia votar, ir à escola, trabalhar, etc, Hoje a mulher pode ir à escola, mas será que é naturalmente aceite por um homem, se tiver mais escolaridade que ele? Hoje a mulher pode trabalhar, logo que ganhe menos e ainda consiga tomar conta da casa e se desenrasque com as crianças. Ontem foi há quase um século atrás... hoje é agora.

Mas nesta luta constante e desigual, as que lutam pelos seus direitos são chamadas femininistas, muitas vezes más companhias, são nomeadas como as que usam as calças lá em casa, são tidas como perdidas (no minímo) se exercem uma sexualidade activa enquanto solteiras e descomprometidas com os que são apelidados de machos garanhões por darem uma dia sim, dia sim senhor, são tidas como putas quando traem os maridos que preferem andar nas prostitutas do que tratar da legitima mulher, são mães desnaturadas quando o filho cai da escada enquanto ela estava a cagar no momento que o pai da criança estava a ver o jogo de futebol, são alcunhadas de porcas porque não houve energia para aspirar o chão depois de um dia de trabalho, ou aspirava ou fazia o jantar e além disso o homem da casa precisa de descansar, nada de barulho... e podia ficar nisto o dia inteiro mas não vou nem tocar nos salários mais baixos, na discriminação pelo mesmo posto de trabalho, no regresso ao trabalho depois da licença de maternidade e ver o seu ex-lugar ocupado por uma gravata qualquer.

Esta não devia ser apenas uma luta das mulheres, devia ser uma luta da justiça. Mas é cruel o que o sexo masculino nos faz e é pior o que as mulheres fazem umas às outras, o que fazem aos seus filhos e filhas, é tóxico o que a mulher faz a si mesma quando se verga, quando se submete, quando desiste de lutar.

É imoral quando a sociedade deixa isto acontecer:

Os séculos vão passando e nunca deixaremos de precisar de comemorar o dia da mulher, para nos lembrarmos a nós do nosso valor, para lembrar ao mundo que ainda somos apontadas, discriminadas e cruelmente abusadas.

Feliz dia da mulher!

2 comentários:

  1. Este assunto da mutilacao de genitais deixa-me tao revoltada... ate quando? :'(
    As vezes gostava de acordar e ver que a ignorancia tenha desaparecido por completo...
    E hoje tambem e o nosso dia e amanha tambem, todos os dias sao nossos :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. há coisas que eu não percebo, sinceramente... ou melhor... percebo mas preferia não perceber... se isto fosse uma questão de petróleo já tinham invadido o país e feito o diábo...

      Há coisas que me revoltam :(

      Beijinhos

      Eliminar