4.2.17

momentos [quase] perfeitos


A máquina fotográfica não tem saído de casa, nem nós. Saímos para o essencial, compras e os compromissos do quotidiano têm sido no geral as ocasiões que nos arrancam de casa. Está frio, cinzento e andar na rua é o que apetece menos, ainda por cima quando temos uma casa aquecida onde conseguimos estar confortavelmente a ver um filme e mil e uma outras atividades.
No fim de semana passado a L. trouxe um amiguinho da escola para passar uns dias connosco. Billy é um urso muito bem comportando e educado e foi um prazer tê-lo como visita.
Achámos que, nem que fosse apenas por alguns minutos, devíamos sair, até porque impunha-se eu ir comprar umas plantas para o meu trabalho pelo que não custava nada passar por um parque infantil no regresso a casa. Assim o fizemos...


Às vezes penso que elas estão bem, que também ficam bem em casa com tanto para brincar e sem se exporem ao frio e à chuva mas, a gargalhada da Clara que ainda hoje ecoa no meu coração, mostra-me que as crianças pertencem ao ar livre, faça chuva ou sol. Não existe frio que as demova de correrem, de saltarem, de rirem e de se sentirem livres.

Nem sempre o que achamos ser melhor para eles, é de facto o melhor para eles.


 

2 comentários:

  1. Das melhores coisas do mundo, do universo, desta vida, ve-los sorrir e dar gargalhadas, faz tao bem a alma :)
    E sim, estes dias so estao bons para estar em casa, ou fazemos as compras do super online ou entao vamos a rua de fugida...
    Adorei a ideia do amiguinho da escola :)
    A L tem um sorriso contagiante, e tao bom ve-los assim :)
    Bjinhosss e boa semana*
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  2. Tão giras as tuas filhotas :)
    É tão bom brincar na rua apesar das baixas temperaturas.
    Beijinhos e boa semana
    Marta
    https://pitinhosdamarta.blogspot.pt/

    ResponderEliminar