17.1.17

bastidores do trabalho ♥ Os Pitinhos


A Marta caiu de paraquedas no meu grupo de facebook: vidas [quase] perfeitas. O seu trabalho não era novo para mim mas afeiçoei-me mais a ele desde que conheci um bocadinho mais das mãos que estão por trás dele. Uma coisa que acho estupendo é como é que ela, com dois rapazes já crescidos, mantém a inspiração e motivação para o seu mundo tão suave, feminino e doce que é o d'os Pitinhos. As peças são delicadas e cheias de pormenores e são, sem dúvida, de fazer perder a cabeça de mães, futuras mães e até avós. Hoje dou-vos a conhecer as mãos que cosem estórias de encantar... sejam bem-vindos ao "atelier" d'os Pitinhos.
Sou a Marta e tenho 46 anos. Sou casada com o amor da minha vida há 22 anos a que acrescem 8 anos de namoro. Tenho dois filhos: o André de 20 anos e o Gonçalo de 13.
Moro em Alverca, local onde também tenho o meu emprego, o que me permite ter um pouco mais de tempo para o que amo de paixão que é o meu projecto.
Gosto muito de passear, não consigo trabalhar sem ser a ouvir música e uma das coisas que me fazem repôr energias é ver o mar.

Sou uma pessoa de bem com a vida, positiva e alegre. Sou muito mãe galinha e estou sempre pronta a defender quem precisa.


O gosto pelos trabalhos manuais vem desde que me conheço. Desde sempre me lembro de fazer os meus próprios cadernos, copos de lápis e até de forrar canetas e lápis e de aproveitar todos os bocadinhos para pintar desenhos.
Quando comecei um pouco mais a sério foi com massa fimo porque adorava as combinações que conseguia fazer.
Um dia quis experimentar pintar umas camisolas para os meus filhos e a partir daí vieram as primeiras encomendas.
Do tecido passei às telas e às madeiras e foi nessa altura que comecei a participar em feiras de artesanato. Numa dessas feiras uma colega desafiou-me a experimentar fazer uma peça em feltro e a partir daí nunca mais parei. Do feltro aos tecidos foi um pulinho. São materiais muito versáteis que permitem inúmeras conjugações. E ficam trabalhos tão lindos que por vezes me custa desprender-me deles.


Participei em alguns workshops mas sou principalmente autodidata. E perfeccionista porque se uma peça não ficar bem tento até que fique como gosto.
Adoro todas as peças que faço, mas as minhas preferidas são os bichos. Tanto que a minha peça mais pedida é a Gifi, uma girafa super catita. E tem tantas aplicações: dá para colocar numa moldura, para aplicar em fraldas, prende chuchas ou simplesmente como elemento decorativo.

O meu “atelier” é em casa, num espaço que tenho em comum com a entrada para outras divisões. Não é grande e como é um local de passagem não o posso ter muito desorganizado, mas tem tudo o que preciso para criar as minhas peças.
É o meu mundo encantado, uma casa de bonecas como diz o meu marido, com uma decoração completamente diferente do resto da casa, mas que complementa tudo e onde me sinto feliz.



Se gostava que fosse uma divisão só para mim? Claro que sim, mas estou muito feliz por ter conseguido aos poucos transformar um espaço vazio num lugar confortável e funcional.
Adoro o que faço e sou uma privilegiada por poder fazê-lo.
 Se quiserem conhecer o meu trabalho é só visitar:

4 comentários:

  1. Não conhecia e tem coisas tão giras!!! =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Chic' Ana.
      É sempre bem vinda aos Pitinhos
      Marta

      Eliminar
    2. Obrigada Cris querida, pelas palavras tão carinhosas, pela oportunidade de estar no teu blogue e pelo carinho com que me recebeste no grupo.
      Beijinhos
      Marta

      Eliminar