4.8.16

glamping é o novo camping [ para quem pode ]



No meu tempo de criança e jovem quem acampava eram os pé rapados como eu. Agora que eu já tive anos de campismo que chegassem e quero é quatro paredes, água quentinha durante todo o tempo do duche e pouca bicharada a fazer-me companhia à noite, acampar está de volta e é uma tendência, ah espera... não é camping, é glamping.


Então, segundo consta, glamping é, nada mais, nada menos do que acampar com glamour, não sendo uma novidade esta forma de passar férias está cada vez mais na moda em Portugal. Olhem que eu era menina para voltar a acampar [com glamour]. Não, não, esqueçam lá as estacas e os martelos e as espias e os colchões de encher e essas tretas todas. Nada disso!

Já se pode fazer glamping em vários locais de Portugal como no Gerês, na Guarda, em Arganil, Serra do Espinhal, na Serra da Gardunha, em Santarém, em Cascais, na Comporta, em Beja, Odemira, em Silves e Lagoa (Algarve).


Glamping é normalmente feito em tendas espaçosas já preparadas para nós, com cama, mesa-de-cabeceira e lençóis de linho. Inspiradas nas tendas Tipi, características dos índios americanos, ou de Yurt, no caso das tendas tradicionais da Mongólia, as construções que fazem esta nova modalidade de campismo são um autêntico apelo ao descanso em contacto com a natureza. Outras alternativas são as cabanas e os domos geodésicos. 

 





Houvesse tempo, desse e do outro, e quem se convertia ao glamping era eu... ora digam lá se não apetece?
Glamping ou camping, tenham umas boas férias ;)


2 comentários:

  1. Este Glamping parece-me maravilhoso ;) Um dia hei-de experimentar! :)

    Obrigada pelo teu comentário tão querido no meu lugar. Já respondi.

    Beijinhos ❤

    ResponderEliminar