13.8.15

Mais frageis que um copo de vidro...


Os dias passam-se assim... entre os detalhes do casamento e a cama. Ah pois, que isto de ter 40 anos... ou tentas passar por eles despercebida ou, quando lhes dás confiança, não sais mais do médico. E deve ter sido isso que aconteceu comigo... confiança a mais e as noticías vão caíndo como bombas assim como as dores e as febres vindas de não sei onde.

Dos dias passados na cama, ficam as constatações óbvias e as necessidades proeminentes: algo tem de mudar, ou talvez esteja a ser modesta, TUDO tem de mudar. Ao cair na cama, sem saber muito bem o porquê mas percebendo que desta vez é mais do que uma simples constipação ou uma virose passageira, entendo verdadeiramente o quão depressa a vida me foge entre os dedos.
Nunca estamos contentes com o que temos e nem mesmo reconhecemos, no dia a dia, o que mais valorizamos. Quando num relâmpago do tempo verificamos que tudo pode acabar aqui e que não dissemos o que queriamos a quem mais amámos, não abraçámos tão apertado como gostariamos, não ouvimos os sorrisos, nem participámos deles, perdemos as horas agarrados a coisas (muitas vezes virtuais), passámos a vida com o que não nos fará falta quando tudo acabar aqui.
Tudo tem de mudar. Desde a forma despreocupada como vou matando o meu próprio corpo precocemente, até à forma como gasto o tempo com nadas que não marcarão a minha memória nunca.
Os dias de cama dão que pensar, não sou uma pessoa entregue a medos e muito pouca coisa me assusta verdadeiramente, isto deixa de ser verdade quando existem duas crianças pequenas e um medo gigante de lhes falhar. Por mim, por elas, TUDO tem de mudar.

Os dias dos detalhes do casamento têm sido cor-de-rosa. Tudo corre lindamente com a ajuda da querida amiga S. que incansávelmente tem abraçado esta aventura com o coração e as mãos cheias de vontade de trabalhar. Quando não há cama há com certeza a mesa cheia de papeis, tecidos, tesouras, cortadores e muitos corações. Esta têm se tornado, cada dia mais, uma festa pessoal onde cada detalhe é sem dúvida nosso e isso agrada-me e aquece-me o coração.

Photo by | Fotografia por: Dav.Ka

Sem comentários:

Enviar um comentário