20.7.13

São 4 da manhã...



É esta a hora que encontrei, no meu longo dia de 24 horas, para vir aqui escrever. Parece estranho? Desapropriado? Talvez... mas num presente de mãe grávida, trabalhadora, mulher e amante o tempo esgota-se quando o dia ainda nem começou.

Não adianta dizer que faz tempo que não venho aqui. Nem mesmo descrever as saudades que sinto das descrições, dos desabafos, das gargalhadas escritas, do resumo do passar dos dias e da conscientização do crescimento relâmpago da Pituquinha.
De entre as inumeras coisas que ocorrem em quase dois meses de uma vida, relembro, a inauguração de um novo desafio, a chegada dos meus pais para mais uma visita, a ecografia das 22 semanas, a sua partida. Pelo meio muita agitação, o querer fazer tudo em pouco tempo (que me é caracteristico), os 58679 "nãos" que disse à Laura, as suas pequenas birras, as suas teimosias mais teimosas, os momentos febris de desespero quando lhe doe a barriga, o nariz, o ouvido, por causa da já tão anúnciada chegada dos dentes que nunca mais chegam, os sorrisos marotos, as gargalhadas contagiantes, as músicas que já tenta cantarolar, os passos de dança mais elaborados e as longas "conversas" telefónicas com o seu amigo imaginário enquanto anda de cá para lá de telefone na mão.

A Laura vai ter uma maninha que será a sua melhor amiga. Este pensamento enche-me de alegria porque as imagino sempre de mão dada a partilharem segredos, alegrias e desilusões. Faz-me esquecer o monte de dúvidas que acompanharam as boas notícias da ecografia. Dúvidas que prefiro fingir que não existem mas sei que as há, dúvidas que procuro esconder de mim mesma mas sem sucesso, dúvidas que espero ver dissipadas no final do mês com a realização de uma nova ecografia agendada a fim de tirar essas mesmas dúvidas. E como são dúvidas e não certezas, prefiro nem falar sobre elas e apaziguar a minha pequena estrela que cresce dia após dia e se mexe cheia de vitalidade quando a noite chega acompanhado de um silêncio calmante. A Laura vai ter uma irmã linda como ela... é só isso que importa.

1 comentário: