11.2.12

a dona L. manda! ♥

[este post saíu primeiro no meu Bloco de notas]

Quatro e um quarto da matina e aqui a Je levanta-se para fazer o biberon... quase meia hora antes do que o normal porque a dona L. lá terá ouvido o estômago roncar nos seus sonhos mais profundos. De pé, decido então lavar a casa-de-banho enquanto o biberon arrefece e o pai cai da cama para ir trabalhar. Às 5:00 já a dona L. estava de fralda mudada a beber o seu leitinho toda muito bem disposta com um sorriso de orelha a orelha, a casa-de-banho limpa e o pai a sair para o trabalho. Foi assim que começou o dia de hoje nesta pacata casa algures em Kent, UK. dona L. quer, dona L. manda. 
Às 6:00 já dona L. dormia descontraidamente e de barriguinha cheia, na sua caminha. Como eu sou uma mãe cheia de coisas na cabeça, que acha que dormir é uma perda de tempo. Pensei então, com os meu botões, que não podia voltar para a cama porque os olhos já estavam demasiado abertos para os voltar a hibernar. E não deixei de ter razão.
Após o meu café, scone e tostas, estava pronta para dedicar-me, um pouco, ao que mais gosto de fazer ao sábado de manhã, navegar pela internet, sem pensar em trabalho (se é que isso me é realmente possivel... eu gosto de pensar que sim). 
E assim, vou-me perdendo entre este e aquele blogue, "roubando" imagens lindas para as minhas bases de imagens no "pinterest.com" e no "weheartit.com", encontrando objectos que me enchem as medidas, descobrindo vidas fascinantes pelas suas simplicidades e recriando, eu mesma, os meus sonhos e objectivos... 
Assim se passam as manhãs de sábado, pelo menos até às 8:00. Quando dona L. resolve abrir as suas longas pestanas e esboçar o sorriso desdentado mais lindo do mundo, lembrando-me o quanto a vida é maravilhosa!

2 comentários:

  1. Riqueza mais linda, e assim tambem eu voltei alguns meses atras, Tao bom :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. memórias que não podemos nem queremos esquecer, não é Matilde?

      Beijinhos

      Eliminar