28.1.11

querida L.

[ este post saíu primeiro no meu Bloco de notas ]
 
E o tempo vai passando e hoje já fazes 3 meses. Parece que foi ontem que te ouvi chorar pela primeira vez.

Nunca imaginei que pudesse existir momento tão perfeito como o nascimento de um filho.
Mesmo com todas as complicações a que o teu parto esteve sujeito, aqueles curtos segundos em que choraste deram origem às lágrimas mais felizes que algum dia sairam dos meus olhos.

Foi um parto provocado, devido à minha condição de grávida diabética, os entendidos acharam melhor assim. Após quase 24 horas de contracções, umas 12 horas após as águas rebentarem, tiveste de nascer de cesariana. O cordão umbilical, que se enrolara no teu pequeno corpinho, não te deixava descer. O teu esforço era em vão, a minha dilatação não era suficiente e o teu coração acusava cansaço. O médico foi chamado, tivesmos muito medo mas nem tivemos tempo para pensar muito nisso. Minutos depois estavas cá fora, provocando uma emoção unica em mim e no teu pai. Acredita que nunca entenderás isto até ao dia em que fores mãe, nem eu mesma te sei explicar, ou passar de modo fiel, a imensa emoção que sentimos, um momento tão nosso, tão teu, tão perfeito.

Hoje, passados 3 meses, todas as dores e incertezas parecem longínquas e a felicidade de ser [tua] mãe, cada dia mais presente!
Parabéns minha maluqueta, obrigada por toda a alegria que trouxeste à nossa vida! ♥

2 comentários:

  1. Oh meu Deus que riqueza mais linda :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar