24.10.17

hygge

Gosto destas palavras sem tradução, "hygge" está para a Dinamarca como a palavra "saudade" está para Portugal. Definir hygge é tão difícil quanto definir saudade... qualquer povo pode tentar vivê-lo da mesma maneira mas só os dinamarqueses o sabem realmente sentir e vivenciar plenamente. Contudo é sem dúvida o lado certo da vida e é um estilo de vida, se assim se pode chamar, muito mais fácil de adotar nesta época do ano.

Hygge é aproveitar os prazeres mais simples da vida na sua plenitude. É entregarmo-nos a eles, é respirar, é parar e usufruir inteiramente, é a busca da felicidade nas pequenas coisas. É sentir aconchego, paz, calma, leveza, é fazer com que o tempo passe mais devagar. Não existe uma formula para se viver um estilo hygge, tudo é demasiado pessoal, mas existem pequenas coisas que provocam as mesmas sensações na maioria das pessoas. Hoje deixo algumas dicas para o culto do hygge:

1 . palete de cores calmas - rodeia-te de tons calmos seja em casa, no trabalho ou até na roupa que vestes. Tonalidades de branco, cinzas claros, beijes, tons que te fazem desacelerar vão trazer tranquilidade e leveza aos teus dias.


2. velas - alguma vez paraste para olhar uma vela a arder e perdeste-te na sua chama? Existe momento mais relaxante? A luz ténue das velas dá uma sensação de aconchego própria deste estilo de vida. Enche a tua casa delas mas não descures a segurança nem te esqueças de nenhuma acesa durante a noite ou ao sair.

3 . cama confortável - o sono é fundamental e deve ser reparador. E aqui não conta apenas o ambiente do quarto mas também e especialmente a cama, desde o colchão à roupa de cama. Escolhe aquilo que se adapta melhor a ti, é importante que não sintas frio mas também não é preciso que passes a noite a transpirar.

4 . cria o teu canto hygge - seja um espaço para a leitura, contemplação ou para beberes o teu chá ou chocolate quente. Cada casa deve ter um recanto preferido e absolutamente acolhedor, de preferência um banco de janela com vista para a natureza. Adiciona-lhe almofadas e um cobertor e aproveita a companhia de um bom livro numa qualquer tarde de chuva. 

5 . mantém a lareira acesa - se há coisa que eu sinto falta cá em casa é de uma lareira com a madeira a crepitar. Se tiveres uma aproveita-a, estás na época do ano perfeita para isso. 

6 . texturas - os dinamarqueses usam uma mistura de materiais e padrões como uma forma de adicionar caráter e interesse ao que, de outra forma, seria um ambiente relativamente minimalista. A introdução de materiais quentes e naturais, como madeira, couro e lã, transformam qualquer ambiente "cru" num espaço aconchegante. 




7 . à mesa - um dos conceitos predominantes do hygge é o tempo entre amigos e familiares, reunir as pessoas que nos chegam ao coração em volta de uma mesa e entregarmo-nos ao prazer de uma boa refeição caseira regada com um bom vinho e brindada com amenas conversas e gargalhadas felizes tem tudo de hygge. Prepara tudo com o coração, cada detalhe, desde o menu à loiça que irá compor a mesa. Aproveita o momento e brinda à amizade. 

8 . lá fora - apesar do frio nada detém os dinamarqueses de se juntarem à natureza e respirarem o ar puro dos dias de Inverno. Enrola-te num edredom de penas falsas, cobertores, mantas, as camadas de aconchego necessárias para que te sintas confortável, junta os amigos em torno de um braseiro, rodeia-te com lanternas, aquece as mãos numa chávena de vinho quente e aproveita a natureza. 

9 . organização - nada nos tira mais o foco do essencial do que a desordem visual, esta é também muitas vezes um motivo de stress e confusão. Investe em soluções inteligentes para afastar a desarrumação e o excesso do teu dia-a-dia. 

10 . expõe as tuas memórias preferidas - hygge é o culto da felicidade e embora não se viva de memórias são elas que muitas vezes nos motivam e inspiram a criarmos mais e melhores memórias. Escolhe as fotografias que mais significado têm para ti, aquelas que te fazem recordar sorrisos, pessoas e momentos inesquecíveis, cria uma composição juntando-lhes pinturas, estampas, tudo o que te traga à lembrança as pequenas grandes coisas da vida, da tua vida.

11 . abraça o antigo e o imperfeito - nesta filosofia de vida nada tem que ser perfeito; o hygge é sentimentalismo e história. O cadeirão velho que costumava pertencer a um membro da família em vez do último grito da moda, a compor a montra de uma qualquer cadeia de lojas. Os dinamarqueses não gostam do desperdício, a cultura deles vai no sentido da reutilização e reciclagem de objetos onde poderão ser criativos comprando móveis antigos e restaurando-os ou mesmo encontrando novos propósitos para produtos antigo.

12 . cria o teu spa - um duche rápido é a opção mais rápida e ecológica para o dia -a-dia mas às vezes é importante parar e deixar que a água nos lave até à alma num ritual tranquilo. Para tal tudo conta, a começar pela casa de banho que deverá ser um espaço de descanso e rejuvenescimento. Simplicidade é sempre a melhor opção, no entanto, a acompanhar um banho quente e fumegante, algumas velas, roupões de banho macios e a possibilidade de ter música tornaram o banho num ritual prazeroso e relaxante porque nem todos os dias precisam ser iguais. 

Este sentimento hygge que hoje é tão popular torna-se cada vez mais inevitável de abraçar mas, por outro lado, cada dia mais difícil de o conseguir, dado a velocidade dos dias, as prioridades impostas pela sociedade e a escravidão do homem ao poder e ao dinheiro. Porém, quem consegue fugir à escravatura das horas, está mais perto de encontrar a felicidade.

Esta filosofia está na minha vida sempre que me vejo a ser engolida pelos dias e pela rotina. É com urgencia que faço uma pausa e recapitulo o que é importante. E, nesses momentos, vivo sem dúvida mais devagar embora o tempo passe igualmente depressa ♥

[imagem de fundo da capa]

2 comentários:

  1. Gostei do conceito e da palavra, sem querer ja ando a praticar algumas destas ideias :) sinto falta do fogão a lenha de casa do dos meus avos, conta? A nossa próxima vai ter de ter lareira, a ver vamos hehe :)
    PS: por momentos julguei que fosse hoje o dia do desafio das palavras, o meu ja esta pronto, temanha :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheh, não é hoje mas está dentro do tema... é a versão dinamarquesa da felicidade ;)

      Beijinhos ♥

      Eliminar