13.6.17

[quase] verde ♥ detergente multi-usos

[quase] verde é o nome que dei ao meu percurso pelos caminhos da sustentabilidade. Não tenho pretensões de ser expert no assunto, sou uma super amadora mas vou aqui contar como às vezes conseguimos fazer mais pelo nosso planeta fazendo melhor por nós de forma simples, rápida e sem dramas.
Já me conhecem e não sou uma pessoa radical nem gosto de mudanças radicais que me deixem stressada. Acho que uma mudança de vida deve ser progressiva e consciente para que não seja cansativa, frustrante e desanimadora.

Depois de ter escrito este post há cerca de um mês, comecei a minha pesquisa. Juntei-me a alguns grupos de facebook que, a bem dizer, me desanimaram tanto quanto ajudaram mas, o que fica disto tudo, é a nossa vontade e persistência e a felicidade de encontrar pessoas simpáticas nos mesmos lugares onde encontramos as arrogantes.

Desde então, com a ajuda da M., que encontrei no grupo lixo zero Portugal do facebook, e que prontamente se ofereceu para me dar umas dicas. Consegui substituir até agora, detergente multi-usos, detergente da roupa e gel de banho/sabonete.

Os detergentes normais ou não-biodegradáveis, além de virem normalmente em embalagens de plástico e serem caros, são também tóxicos (inclusivé para nós) e grandes poluidores ambientais. Os detergentes que vulgarmente usamos em casa vão parar aos rios através da rede de esgotos sendo responsáveis pela poluição conhecida como "cisnes-de-detergentes" que são espumas esbranquiçadas e densas que impedem a entrada de oxigénio na água, o que afeta as formas aeróbicas aquáticas. A opção mais gentil para o meio ambiente passa por comprar versões biodegradáveis porém também estas vêm muitas vezes em embalagens de plástico, são normalmente mais caras e muitas vezes em menores quantidades o que aumenta a necessidade de comprar mais produtos logo, mais embalagens. Decidi-me então por fazer eu os meus detergentes, poupando desta forma dinheiro e evitando mais plásticos recorrentes das embalagens.

O primeiro detergente que fiz foi um multi-usos, para quê ter um detergente para o wc, outro para a cozinha, outro para o chão, etc quando o que queremos que ter tudo igualmente limpo e desinfetado?


O meu primeiro detergente é fácil e tem um cheirinho bom que pode variar de acordo com os óleos essenciais que decidires usar. Requereu algum investimento e por isso ficou mais caro que um detergente comprado no supermercado mas como fiquei com matéria-prima para detergentes para quase um ano acho que valeu o investimento.
A primeira coisa a fazer é guardar as embalagens spray que gastarmos dos detergentes que actualmente temos em casa... Enquanto que na cozinha tanto me faz usar vaporizador ou garrafa com bocal normal, na casa de banho o vaporizador é muito mais prático.
O multi-usos que uso foi baseado neste que a M. me indicou:

Ingredientes:

♥ 1 colher de chá de bórax (borato de sódio ou Tetraborato de sódio
♥ meia colher de chá de carbonato de sódio
♥ 1 colher de chá de sabão de castela
♥ óleos essenciais à escolha (eu usei 6 gotas de limão, 6 gotas de laranja e 12 gostas de hortelã-pimenta que é bom contra bactérias e deixa um aroma fresco)
♥ 2 chávenas de água destilada ou previamente fervida
♥ uma garrafa de vidro ou um vaporizador reciclado de anteriores detergentes.

Colocar o bórax, o carbonato de sódio e o sabão num garrafa, juntar 2 chávenas de água morna, fechar a garrafa e agitar bem. Abrir e juntar os óleos essenciais escolhidos. Fechar, agitar novamente e usar. Uso em todas as superfícies da cozinha e casa de banho. Dentro da sanita ainda uso um resto de um detergente de supermercado que já tinha mas quando o terminar será esta também a minha opção.

Se todos fizermos a nossa parte o planeta agradece e os nossos filhos também ♥

[imagem de capa]

10 comentários:

  1. Gosto, gosto mesmo muito :) Eu ja uso o vinagre para limpar o frigorifico, heranca da minha rica mae :) Tambem ja andei a pesquisar ideias no pinterest com cabornato de sodio :)
    Por mais pessoas a pensar assim :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. temos de fazer a nossa parte e tentar sensibilizar os outros para fazerem a parte deles... acho que isto faz parte de quando se tem um blogue... influênciar em causas que valem a pena e não só em comprar o produto x ou y :)

      Beijinhos

      Eliminar
  2. A minha mãe utilizava muito o bicarbonato de sódio, e eu também utilizo muito não só nas limpezas como também para reduzir as olheiras :) A minha mãe utilizava para branquear os dentes e resultava :)

    Esta ideia é realmente muito interessante e amiga do ambiente :) Obrigada por partilhares

    Beijinhos

    http://thesilverwing.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. essa das olheiras não conhecia :) vivendo e aprendendo ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  3. O planeta agradece mas não sei se me aventuraria...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não é uma aventura é uma questão de hábito ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Eu já uso o vinagre para as limpezas mas não sabia que podíamos substituir assim tantos produtos! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. podemos substituir muita coisa tendo em conta que há decadas atrás os produtos agora comercializados não existiam e as coisas eram limpas na mesma e às vezes em condições bem piores ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Olá Cris :) Compreendo bem o teu caminho e a tua forma de o fazer, aos poucos. Acho que traz mais resultados a longo prazo do que mudanças radicais. Eu também comecei devagar, alterando umas coisas aqui e outras ali, pesquisando, testando, pensando e apesar de não ser totalmente "ecológica" (ainda...) aos poucos vou também fazendo o meu caminho.
    Fico bastante contente quando me deparo com mais uma pessoa que compreendeu que este mundo só é nosso se o protegermos e que faz por isso.
    Quanto aos produtos de limpeza verdes, ainda não estou lá completamente, porque não depende só de mim. Mas já uso bastante o vinagre, o bicarbonato de sódio, o limão, etc... e resulta.
    E decidi finalmente experimentar fazer o meu próprio vinagre de frutas! Assim irei conseguir (também) reduzir as embalagens do vinagre :)
    Beijinhos, desculpa o testamento e boa semana :*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não importa por onde se começa ou em que paço andamos o importante é que façamos algo... porque na verdade não é fácil ir contra uma sociedade construida de tal maneira que às vezes até parece que os malucos somos nós :/ que tentamos, por muito ou pouco que seja, fazer algo pelo planeta onde vivemos...

      Fazer o próprio vinagre parece-me um enorme desafio ♥ Espero que consigas ;)

      Beijinhos e boa caminhada :)

      Eliminar