30.4.17

adeus abril

Abril foi mês de deixar correr. Metade foi passada a fazer o que o tempo deixa. Com as miúdas de férias é impossível ser demasiado exigente com listas de afazeres, o melhor é não criar muitas expectativas em relação às 24 horas do dia. Assim fiz... anos de aprendizagem dão nestas decisões sábias. O tempo ajudou aos passeios e a preencher as horas com os vasos que fui plantando para o jardim.
A segunda metade do mês foi numa tentativa vã de recuperar o tempo perdido, mas a verdade é dura, o tempo perdido está perdido e jamais se recupera, por isso o melhor é lidar com a realidade, meter a mão na massa, voltar às (cada vez mais ) pequenas listas de coisas a tratar e continuar a lutar por aquilo em que acredito, mesmo que o mundo queira desabar ao nosso redor.
Não tem sido um caminho fácil. Um dia sinto-me perto no outro sinto-me a léguas de distância. A paciência tem sido uma forte aliada mas tem dias que nem com toda a paciência do mundo consigo não ficar preocupada, apreensiva e até desanimada.

Aproveitámos também este Abril da preguiça para resolvermos o que fazer com as férias. Tínhamos decidido que não iríamos a Portugal e tínhamos pensado em ir dar um passeio, Bruxelas - Roterdão - Amesterdão. Depois do fim de semana que decidimos passar fora, na zona da Cornualha, que nos proporcionou algumas horas a viajar de carro onde acabámos por concluir que, uma viagem tão longa seria tudo menos um descanso para nós. A L. já se vai adaptando a passeios maiores mas a C. é um verdadeiro pesadelo, não há nada que ela coma que lhe fique no estômago. Tudo o que come durante a viagem, seja parada ou em andamento, é deitado cá para fora num autêntico ato de rejeição do seu corpo. Foi um passeio bonito mas cansativo. Uma viagem que nos mostrou que a C. ainda não está preparada para andar tanto tempo de carro e que o seu estômago não aguenta qualquer tipo de comida sem regras e sem alguns cuidados. Resolvemos adiar a viagem para fora do Reino Unido e assumimos o compromisso de a irmos treinando aos poucos em viagens maiores aqui mesmo, nem que seja a aproveitar os fins de semana.
Na impossibilidade de ir Europa fora, resolvemos comprar uma tenda. Este ano as férias vão ser em contacto com a natureza. Desejem-me sorte!
Passo seguinte foi marcar o parque de campismo. Sim, porque isto aqui também esgota, não é só os hotéis. Tínhamos pensado em voltar à Cornualha, gostámos do que vimos e queríamos explorar mais a zona. Porém, dos vários parques que vimos, não houve um que tivesse lugar nos dias que queríamos. Saltámos mais para o lado e iremos então "aterrar" no País de Gales. Tudo marcado... só falta chegar o dia. Até lá, vamos ouvido a L. (todos os dias) "Are we going camping today?" Vão ser meses longos...
Entretanto espera-me um Maio de tudo por tudo, até porque no final dele há mais uma semana de férias das miúdas e mais um corte no ritmo de trabalho.

Venha ele... ♥

3 comentários:

  1. Que saudades que eu tenho de acampar, agora e so esperar, sem pressas que o baby cresca para nos fazermos a estrada :) As melhoras da C. e bom Maio :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós fomos experimentar a tenda nova este fim de semana e ao nosso lado estava um casal com um bebé (acho que mais pequeno que o teu Lu)e um cão. Podes sempre experimentar ir agora com ele para um camping não muito longe de casa e vês como reage ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Gostei imenso de saber sobre o teu Abril... e dos planos para as férias!
    Apesar de não dar para fazer tudo conforme gostarias... pelo menos tiveste a companhia das miúdas por perto... o que também deve saber muito bem... elas crescem rápido... tens de aproveitar esta fase tão gostosa, da melhor maneira...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar