20.2.17

monday mood


imagens: umdoistrês

Nascemos a valer ouro, vamos crescendo deixando-nos convencer que valemos menos que isso, até que morremos com a certeza de que não valemos nada. Não somos nós que porém perdemos o valor, não vêem o valor em nós e isso é o bastante para nos convencermos que não somos nada, meros peões num mundo de reis.
São vãos os conselhos, os elogios, as criticas positivas, passamos uma vida a ouvir desmotivação, não somos bons o suficiente, somos capazes de mais, somos preguiçosos, nada está bem, nada convêm.
Somos adultos frustrados e inseguros mas na verdade, a mais pura verdade, é que vales mais do que isso, muito mais... vales ouro...

11 comentários:

  1. Respostas
    1. e olha que os Metallica têm muita razão... não só em relação a isto... há muita coisa "sad but true" infelizmente... ;)

      beijinhos

      Eliminar
  2. E temos de acreditar no quão valiosos somos! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E já estou a postos para amanhã! Depois envio o link! =)
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Pois temos Ana... e que ninguém ouse dizer o contrário ;)

      És uma máquina ;) O meu também está pronto :P
      ♥ Mal posso esperar para ler o teu :)

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Respostas
    1. :) vales ouro rapariga... nunca dúvides disso ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Lindo.
    E verdadeiro.
    Mas sou uma das que mais faz isso... :/

    Beijinho,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. já admitires já é um começo para mudares e te mentalizares que vales muito mais ;)

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Realmente este post deixou a pensar... e concordo com o qeu foi dito acima, it's sad but true mas e acreditarmos em nos mesmos tudo corre muito melhor :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. temos de acreditar no nosso valor e também no dos outros... afinal todos temos o nosso valor, talvez em áreas diferentes, mas todos valemos ouro ;)

      Beijinhos

      Eliminar