30.9.16

a peça do mês


O lançamento da loja [im]perfect foi acolhido com carinho por todos vocês, que me vão acompanhando nesta vida cheia de [im]perfeições, muito obrigada por isso.

Em jeito de divulgação, promoção ou partilha, como lhe quiserem chamar, vou aqui deixar todos os finais de mês a história de uma peça que vai compondo a montra da [im]perfect.
Cada peça tem a sua história muito própria e muito ligada à minha própria vida e até a mim. Mais do que meros objectos, são pedacinhos de mim que vão sendo desenhados e criados inspirados em detalhes desta vida imperfeita, criando momentos de pura perfeição. Estas peças são sorrisos meus, de momentos bons ou de imperfeições com as quais vou aprendendo a viver rindo-me delas. Conhecerem uma peça do mundo cris loureiro blogs é conhecem um pouco mais de mim mesma.

Hoje apresento os cactos sobreviventes:



"Não sei o que se passa entre mim e as plantas... e eu que gosto tanto delas..."

Estas foram as palavras que deram seguimento a estes cactos. Em jeito de desabafo, contava eu aqui, que não consigo manter as minhas plantas vivas e que a melhor solução seria render-me definitivamente aos cactos. Isto foi antes de ter visto a minha primeira suculenta morrer. Cheguei à conclusão que a minha única opção eram, de facto, os cactos, mas os de porcelana.

Foi assim que nasceram exemplares de pequenos cactos em cerâmica, que não precisam de luz nem de água, só de muito carinho para não quebrar.

Estes são vendidos na [im]perfect store. O conjunto destes 2 mini cactos em cerâmica custa 15 euros.
Altura máxima (vaso+cacto): 11cm aprox.

1 comentário:

  1. Os cactos comigo, também não se dão muito bem... estou sempre com medo que passem sede... adivinhas o que acontece com eles... morrem afogados... :-D
    Estes parecem-me uma óptima solução para pessoas como eu... e que dão um toque de verde em qualquer cantinho!
    Desejo o maior sucesso, para estas linhas de produtos que estás a desenvolver!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar