27.5.16

break a leg


A L. começou a ter aulas de ballet pouco depois de fazer 2 anos. Não foi propriamente uma escolha preferencial nossa. Queríamos que ela começasse a fazer alguma actividade física, era uma criança com imensa energia e precisava de acalmar, criar alguma disciplina física. Tentámos a natação primeiro, além de ser um desporto bastante completo é essencial, na minha perspectiva, que uma criança aprenda a nadar. Infelizmente a L. não morreu de amores pela água e as condições apresentadas ao pai da L., para se equipar e desequipar não foram, de todo, apropriadas. Eu, com a C. ainda bebé, não me senti com força para me meter na piscina com ela. Decidimos que seria melhor optar por outra actividade. Entretanto iríamos tentando familiariza-la mais com o ambiente aquático nos banhos e nas pequenas piscinas que há por aqui disponíveis no Verão. 

A L. sabia as músicas todas do momento, ouvia-as e repetia os passos que decorava dos vídeos. Trocava os desenhos animados pelos programas musicais e dançava muito. Tocava todos os instrumentos e mais algum e cantava. Pensámos então em procurar algo dentro da dança. As opções, nesta tão tenra idade, sou poucas, é ballet ou... Ballet. Assim foi, seja ballet, então.

Hoje é o seu primeiro ensaio geral e amanhã a sua estreia. A minha doce menina, que ainda ontem cabia na palma da mão forte do pai, vai amanhã enfrentar a sua primeira plateia. Numa sequência de 3 espetáculos, um no Sábado e dois no Domingo. A L. vai ter a sua primeira prova de fogo num teatro aqui da zona e eu, estou em pulgas para ver a minha princesa subir ao palco. Tenho certeza que ela tem confiança suficiente para isto mas também sei que prefere dançar para si mesma do que para outros. Sinto medo por ela mas muito orgulho por ter chegado aqui. O que for será. De mim vai ter um enorme abraço e um sorriso gigante... no matter what... 

Break a leg my dear Pituca.

foto | photo

Sem comentários:

Enviar um comentário