20.8.15

O segredo das bolachas



No início da semana falei das bolachinhas que as manas fizeram no Domingo. Pois a ideia das bolachas foi criar distracção e divertimento a elas enquanto os pais tentávam fazer outras coisas. Assim lembrei-me que tinha um rolo de massa quebrada no frigorifico e estendi na mesinha delas, dei-lhes forminhas de corte e elas lá foram escolhendo as formas que queriam para as suas bolachas. Nasceram da massa umas 20 bolachinhas que levámos ao forno num tabuleiro forrado com papel vegetal. Quando tirámos do forno tinhamos gatos, elefantes, cães, patos, coelhos... sem grande sabor e pensámos... se dermos isto assim às miúdas elas vão adorar só até as provar. O que tinhamos à mão foi mesmo açucar em pó e canela e com isso fizemos uma pasta com a qual pincelámos as bolachas o que lhes deu um paladar bem agradável.
Outras opções seriam fazer pasta de açucar branca ou (se houver corante alimentar) coloridas e deixar as manas decorar as bolachinhas ao gosto delas, com a adição de pepitinhas de chocolate, confettis coloridos, bolinhas prateadas, etc, uma actividade para experimentar outro dia.
Enquanto as bolachas estiveram no forno as manas ficaram entretidas a esticar e moldar os restos de massa que sobraram, acho que foi essa a parte que mais gostaram...


Ao lanche houveram bolachinhas para as amiguinhas delas acompanhadas com chá, ou não tivessem elas nascido em terras Britânicas.
Às vezes não precisamos de muito para fazer uma criança feliz, basta um rolo de massa quebrada e a imaginação delas.

Sem comentários:

Enviar um comentário