24.4.15

O ( raio do ) Casamento!


Não sei se é por ter 40 anos, ou por ter duas filhas pequenas, ou por estar empenhada em construir uma carreira pós-maternidade, ou porque tenho tantas coisas boas na vida que não ando com apetite nenhum para estas coisas de organizar casório. Nem sei como alguma vez me pôde ter passado pela cabeça querer fazer disto vida... devia estar doente. Não sou uma noiva normal. Falta-me a paciência para andar atrás de um vestido que já decidi será alugado. Sou uma pessoa acima de tudo prática embora romântica q.b. mas gastar uma fortuna num vestido que vou usar um dia? Não me parece. Até porque por mim eu até ía tão bem com as minhas calças de ganga.
Humm... O meu casamento de sonho? Chegar ao dia e ter uma festa linda, discreta e cheia de charme. Reunir alguns amigos e rir muito. Comer uma comida saborosa e empatorrar-me de doces. Borrar a maquiagem de lágrimas emocionadas. Não ter de pensar em nada disto até lá.
Temos o salão reservado. A decoração está mais ou menos pensada, falta algum diy, tratar de arranjar coisas e fazer algumas compras. O catering está entregue, falta decidir o menu definitivo. Os convites estão desenhados falta fazê-los e entregá-los. O registo já foi agendado e já temos a pré-entrevista marcada para Agosto. As testemunhas estão escolhidas. Os vestidos das princesas também já estão escolhidos, falta encomendar. A lista de convidados está feita há muito. Mas no tanto que parece estar feito e decidido, ainda há tanto para fazer. O meu vestido, acho que vai ser a parte que mais me vai custar procurar, provar, decidir. O meu ramo, já pensei em tantas opções mas não me decidi por nenhuma, também está dependente do vestido, assim como a roupa do D. As alianças tantas vezes esquecidas. O design do bolo e se o faço mesmo eu ou se mando fazer. O fotografo, por quantas horas o contratamos e para que ocasiões. A música está entregue a uma amiga querida mas fiquei de lhe dar uma lista com algumas escolhas nossas, assim como não sei ainda como a irei reproduzir no dia do acontecimento. Tenho algumas actividades e jogos pensados mas não estão realmente concretizado. Está tudo muito no ar, sem realmente estar feito. Sei que vou passar o Agosto a fazer as decorações. Sei que tenho de me decidir em relação ao vestido urgentemente. 
Já pensei tantas vezes em ir ao registo casar e pronto. Desistir da festa e limitar-me ao que é fundamental. Depois acho que assim tudo fica tão vago, sei que não ficarei absolutamente realizada, que parecerá um acontecimento incompleto se não brindar com os amigos. Tenho certeza que me esqueço de mais umas mil coisas que tenho de fazer e tratar e pensar mas já assim fico cansada só com o que listei.
Fazer disto vida? Organizar casamentos profissionalmente? Não obrigada. Assim se vão decidindo por si as coisas que não quero fazer a nível profissional e assim vou ficando mais perto daquele que, acredito, será realmente o meu caminho.

Alguém por aí a precisar de fazer um estágio não remunerado como organizador de casamentos low cost?

2 comentários:

  1. Adoro o seu blog mas decididamente em matéria de casórios, nem estágio quanto mais fazer disso vida lol.
    Também casei só pelo civil e festejei depois com amigos chegados e alguma família. O que me importou mesmo foi a felicidade e emoção daquele dia!
    Boa sorte :)

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Susana. Parece que temos algo em comum, porque essa é também a minha ideia de festa de casamento, uma reunião de amigos e familia super acolhedora onde reine a alegria e boa disposição. Estou absolutamente motivada para isso e nada mais. O resto é paisagem ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar